É verdade! Elvis ainda não perdeu o título. O “Rei do Rock” nasceu há exactamente 80 anos. Elvis Aaron Presley, conhecido apenas como Elvis Presley, faria 80 anos nesta quintta-feira.. Apesar de ter morrido em 1977, os fãs continuam a recordá-lo como se ainda estivesse vivo…

Elvis nasceu a 8 de Janeiro de 1935, em Tupelo, no Mississipi, E.U.A. Com ele nasceu um irmão gémeo, mas já sem vida. Portanto, filho único de Vernon e Gladys Presley, tinha 13 anos quando se mudaram para Memphis (no Tennessee) e por essa altura, já a música lhe corria nas veias... No seu 11º aniversário, Elvis recebeu de presente uma guitarra. Foi na sua juventude que Elvis absorveu influências de Blues, da música Country e do Gospel, géneros musicais com que cresceu na comunidade religiosa e na Beale Street de Memphis, rua que frequentava na adolescência.

Mundialmente aclamado como o «Rei do Rock'n'Roll», o cantor ficou também conhecido como “Elvis, The Pelvis”, pela sua forma extravagante e ousada de dançar. Conhecido também como “o branco que cantava Blues”, Elvis foi o mais popular, e certamente um dos primeiros artistas a fundir o género Gospel com aquilo que viria a ser o Rock & Roll, estilo musical que ajudou a definir. Sem dúvida, uma das grandes riquezas de Elvis Presley foi a capacidade de reunir todas as influências com que cresceu.

Em 1954, Elvis gravou sua primeira música, 'That’s All Right', no estúdio de Sam Phillips. Portanto, a carreira discográfica de Elvis Presley teve início nesse ano, na lendária “Sun Records”. Um ano depois, em 1955, Elvis assinou seu primeiro contrato com a RCA Records, com a participação do empresário Tom Parker e passado apenas um ano, era já uma estrela internacional. Em 1956, 'Heartbreak Hotel', o seu primeiro single comercializado, vende um milhão de cópias. O álbum 'Elvis Presley' veio logo a seguir e apareceu em primeiro lugar no top da Billboard. No mesmo ano, Elvis apareceu no programa de Ed Sullivan 'Toast of the Town' e o primeiro filme “Love me tnder” foi lançado. Toda uma estrela…

Além da música, participou em 33 filmes e protagonizou dezenas de atuações musicais que fizeram história na televisão. Vendeu mil milhões de discos e ganhou vários prémios, entre eles três Grammy (em 14 nomeações). Porém, a fama não lhe retirou a humildade: em 1958 interrompera a carreia para responder à chamada do exército norte-americano.

O mundo chorou a sua morte, em 1977, quando o corpo do artista foi encontrado na sua casa de Graceland. Elvis morreu no dia 16 de Agosto, com 42 anos, No entanto, as circunstâncias do seu desaparecimento são dos pontos mais polémicos e controversos, fazendo perdurar o mito de que poderia não ter morrido naquele dia. Hoje, 38 anos depois da sua morte, Elvis é um artista que ainda vende e se ouve. No YouTube, por exemplo, soma milhões de visualizações, bem como nos novos serviços de streaming, como o Spotify.

Etiquetas:

One Response so far.

Comente este artigo