Malika Favre é uma artista/ designer/ ilustradora francesa, actualmente a residir em Londres. Talentosa, ela cria fabulosas obras minimalistas, usando o menor número de traços e cores possíveis para alcançar a essência do que quer manifestar. Ou seja, com pouco, Favre vai directa ao assunto. E o resultado de cada obra sua é, de facto, espantosamente rico.

Os clientes de Malika incluem o The New Yorker, a Vogue, os BAFTA, Sephora, Vanity Fair, Budweiser e Penguin Books, entre outros. Todos lhe reconhecem o seu estilo minimalista e ousado – várias vezes descrito como quando a “Pop Art se encontra com a Op Art”, tornando-se algo único e inconfundível, de tal maneira que a estabeleceu como uma das artistas mais procuradas do Reino Unido. Uma das suas características mais marcantes é o uso do espaço positivo/negativo, assim como também o uso de cores vibrantes e contrastantes (daí nos remeter para a Pop Art).

No fundo, Malika é amante das formas geométricas e sabe utilizá-las de maneira sublime nas suas peças artísticas. A simplicidade dos seus traços assemelham-se ao minimalismo, mas o seu acabamento (a escolha das cores e as disposições gráficas) remetem-na, claramente, à Pop Art e também à Op Art (devido à abundância das figuras geométricas – especialmente linhas – que nos causa uma falsa sensação de movimento).

Resumindo e concluindo: adoro-a! Malika Favre é uma artista que manuseia como ninguém o jogo de cores intensas, apenas com contra-posições e contrastes de cor. Qualquer um dos seus inconfundíveis trabalhos resulta sempre belo de se ver. Apreciem aqui no meu blog ou no seu site - http://malikafavre.com/












































0 comentários

Como dizia Lavoisier, “nada se cria, tudo se transforma” – ou, neste caso, tudo se copia. E no que à moda se refere, a indústria prova que esta teoria está bem viva e aproveita-se de referências marcantes do passado para dar uma nova interpretação estética em actuais produções.

Um dos mais recentes e melhores exemplos é a adaptação feita com Rihanna, numas imagens onde aparece na boca de um tubarão para a "Harper's Bazaar" americana. Uma releitura da clássica fotografia de Steven Spielberg no “set” de “Tubarão”. Tal foi feito em homenagem pelos 40 anos do filme, completados em 2015 e de que aqui dei nota.

Outro, é a versão de Kim Kardashian para a "Paper Magazine", recriando a icónica foto de Jean-Paul Goude dos anos 70. Mas isto não é nenhuma novidade e o facto é que vamos folheando revistas ou vendo vídeos de músicas com uma sensação de “dejá vu”. Aqui fica um pequeno resumo de inspirações e referências que a moda, a publicidade e o espectáculo têm vindo a usar… e descubram as semelhanças e as diferenças. Porque "Art imitates life" and art imitates itself.

Rihanna na "Harper's Bazaar" de março de 2015 X Steven Spielberg no set de filmagem de "Tubarão", em 1975





Kim Kardashian na "Paper" em 2014 X "Champagne Incident" (1976), ambas por Jean-Paul Goude





Taylor Swift em 2014 X Mia Farrow de 1974 (comemorando os 40 anos da revista People)





Madonna no vÍdeo de "Hollywood" (2003) X imagem de Guy Bourdin dos anos 70





Monica Bellucci por Gian Paolo Barbieri (2001)X Brigitte Nielsen por Herb Ritts (1987)





Editorial de Nicolas Kern para "Interview" (2014) X Deborah Turbeville para "Vogue" (1977)





Cartaz do filme "Mulheres à beira de um ataque de Nervos" (1988) X capa da Vogue inglesa (1961)





Charlize Theron na Vanity Fair (2008)X Cena do filme "Chamada para a morte" (1954)





Anúncio por Bert Stern para Stella Artois (2010) X Walter Chiari e Monique Chevalier também por Bert Stern para a Vogue (1962)





Gisele Bündchen por Peter Lindbergh na "Harper’s Bazaar" (2009) X Penelope Tree por Richard Avedon (1967)





Jessica Biel na campanha da Revlon (2010) X Dorian Leigh também na campanha da marca (1952)





Campanha Aldo por Terry Richardson (2012) X campanha Charles Jourdan por Guy Bourdin (1979)





Editorial de Tim Walker para Vogue britânica (2008)X foto "Popcorn Nude" de Philippe Halsman (1949)





Campanha de Christian Louboutin (2011) X quadro "La Madeleine à la veilleuse" de Georges de La Tour (1640)





Karolina W. numa produção (2011) X Guy Bourdin para Vogue Paris (1977)





Editorial da Harper’s Bazaar britânica (2009) X foto "Dovima with Elephants" por Richard Avedon (1955)





Campanha de óculos da Dolce & Gabbana (2011) X Yves Saint Laurent por Jeanloup Sieff (1971)





Nicole Kidman na capa da Harper's Bazaar (2013) X Kate Moss na capa da Harper's Bazaar (1992)





Ryan Kwanten na GQ (2010) X Steve McQueen na Harper's Bazaar (1965)





Marion Cotillard (2008) X Janet Leigh em "Psycho" (1960)





Capa da Vanity Fair (2010) X capa da Vogue (1939)













0 comentários